terça-feira, 23 de março de 2010

Centenário de Kurosawa

Comemora-se hoje o centenário de um mestre do cinema japonês, Akira Kurosawa. Em comemoração a data serão realizadas mostras no Rio e São Paulo.
Kurosawa faleceu em 6 de setembro de 1998.

http://ultimosegundo.ig.com.br/cultura/2010/03/23/mostras+no+rio+e+sp+celebram+centenario+de+kurosawa+9436596.html

http://ultimosegundo.ig.com.br/cultura/2010/03/21/no+centenario+de+kurosawa+a+historia+dos+cinemas+japoneses+da+liberdade+9434527.html

segunda-feira, 22 de março de 2010

O Jardineiro Fiel - Fernando Meirelles





Dirigido por Fernando Meireles, O Jardineiro Fiel retrata de forma evidente a verdadeira cara da África, sem camuflar suas reais situações e diagnosticando os problemas presentes no país, como sua miséria colossal e a desigualdade entre seus povos.
Meirelles da ênfase a uma fotografia contrastante, com cores quentes e um visual que dá todo o significado às tragédias sociais decorrentes na trama, usada também para ilustrar a trajetória emocional de seus personagens.
No elenco grandes nomes do cinema norte-americano, como Ralph Fiennes e Rachel Weisz, e diga-se de passagem que Weisz se supera ao encarnar a ativista Tessa, equilibrando a natureza impulsiva e batalhadora da personagem com um toque de extrema delicadeza ao lidar com o marido.
Em O Jardineiro Fiel, Fernando Meireles nos presenteia com mais um grande filme, tenso, instigante e acima de tudo tem como papel principal denunciar o descaso social presente na África, mostrando os abusos cometidos pelas autoridades.
Este filme foi um dos mais importantes no ano de seu lançamento e dos mais importantes em sua trajetória.

Fernando Meirelles

::Biografia::

Fernando Meirelles nasceu em 09 de novembro de 1955 na cidade de São Paulo (SP). Seu pai é médico gastroenterologista e, por conta disso, viajou diversas vezes para a Ásia e América do Norte, o que possibilitou a Meirelles conhecer diversas culturas ainda jovem.

Aos 12 anos, ganhou de presente sua primeira câmera de filmar. O que era para ser um passatempo, jamais saiu de suas mãos. Mesmo quando na década de 80 cursou Arquitetura e Urbanismo na Universidade de São Paulo (USP). Seu trabalho de graduação foi aprovado com a nota mínima, pois diferente de seus colegas, apresentou um filme como conclusão do curso.

Na mesma época fundou, juntamente com quatro amigos (Paulo Morelli, Marcelo Machado, Dário Vizeu e Beto Salatini) a produtora independente Olhar Eletrônico. Em 1982 a produtora levou ao ar programas de televisão sobre atualidades, além da série infantil Rá-Tim Bum, com mais de 180 episódios.

No final da década de 80 sua aproximação com o mercado publicitário era cada vez maior. Em 1990, fecharam a produtora para fundar a O2 Filmes. Em pouco mais de uma década a empresa se tornou uma das principais do país no segmento.

Depois de alguns trabalhos para TV, em 1998 dirigiu seu primeiro longa-metragem para o cinema: a continuação do filme infantil O Menino Maluquinho. Quatro anos depois, com o filme Domésticas, conquistou diversos prêmios em festivais nacionais.

Mas a grande virada de sua carreira viria em 2002. Dirigindo o aclamado Cidade de Deus, seu trabalho ganhou uma repercussão internacional, sendo considerado um dos melhores filmes da década e um dos melhores filmes brasileiros de todos os tempos. O sucesso foi tão grande que o filme recebeu quatro indicações ao Oscar, uma delas para Meirelles na categoria de Melhor Diretor.

Em 2005, firmou-se como um dos mais importante diretores internacionais ao levar para o cinema O Jardineiro Fiel. O trabalho lhe valeu uma indicação ao Globo de Ouro e outra ao BAFTA, ambas na categoria de Melhor Diretor.

Seu mais novo filme é Ensaio Sobre a Cegueira, baseado na obra do escritor português José Saramago, prêmio Nobel de Literatura.

Em 2009 ele fez o vídeo de candidatura do Rio de Janeiro para sediar os jogos olímpicos.
Fernando Meirelles é casado com Ciça Meirelles e pai de dois filhos: Francisco e Carolina.


::Filmografia::

::Diretor::
2009 - Som e Fúria (Som e Fúria) - TV
2008 - Ensaio Sobre a Cegueira (Blindness)
2005 - O Jardineiro Fiel (The Constant Gardener)
2002-2005 - Cidade dos Homens (Cidade dos Homens) - TV
- Episódio: Em Algum Lugar do Futuro
- Episódio: Sábado
- Episódio: Tomada Gosta de Um Homem
- Episódio: Uólace e João Victor
2002 - Cidade de Deus (Cidade de Deus)
2001 - Domésticas - O Filme (Domésticas - O Filme)
2000 - Brava Gente (Brava Gente) - TV
- Episódio: Palace 2
2000 - Palace 2 (Palace 2) - curta
1998 - Menino Maluquinho 2 - A Aventura (Menino Maluquinho 2 - A Aventura)
1998 - E No Meio Passa Um Trem (E No Meio Passa Um Trem) - curta
1997 - A Comédia da Vida Privada (A Comédia da Vida Privada) - TV
- Episódio: O Que Você Vai Ser Quando Crescer?
1983 - Garotos do Subúrbio (Garotos do Subúrbio) - curta
1983 - Brasília (Brasília) – curta


::Roteirista::
2006 - Antônia (Antônia) - TV
- Episódio: Toque de Recolher
- Episódio: De Volta Para Casa
2002-2005 - Cidade dos Homens (Cidade dos Homens) - TV
- Episódio: Em Algum Lugar do Futuro
- Episódio: A Coroa do Imperador
2001 - Domésticas - O Filme (Domésticas - O Filme)


::Produtor::
2009 - Som e Fúria (Som e Fúria) - TV
2007 - Cidade dos Homens - O Filme (Cidade dos Homens - O Filme)
2007 - O Banheiro do Papa (El Baño del Papa)
2007 - Não Por Acaso (Não Por Acaso)
2006 - Antônia (Antônia) - TV
- Episódio: Fidivó
- Episódio: Toque de Recolher
- Episódio: Nem Tudo é Relativo
- Episódio: Qualquer Maneira de Amor Vale a Pena?
- Episódio: De Volta Para Casa
2005 - Ginga (Ginga)
2003 - Contra Todos (Contra Todos)
2002-2005 - Cidade dos Homens (Cidade dos Homens) - TV
- Episódio: Em Algum Lugar do Futuro
- Episódio: As Aparências Enganam
- Episódio: Atração Fatal
- Episódio: A Fila
- Episódio: Tá Sobrando Mês
- Episódio: Pais e Filhos
- Episódio: Hip Sampa Hop
- Episódio: Vacilo é Um Só
- Episódio: Foi Sem Querer
- Episódio: Estréia
- Episódio: Buraco Quente
- Episódio: Os Ordinários
- Episódio: Tem Que Ser Agora
- Episódio: Dois Pra Brasília
- Episódio: Sábado
- Episódio: Tomada Gosta de um Homem
- Episódio: Uólace e João Vitor
- Episódio: Correio
- Episódio: O Cunhado do Cara
- Episódio: A Coroa do Imperador

::Ator::
2002-2005 - Cidade dos Homens (Cidade dos Homens) - TV
- Episódio: Em Algum Lugar do Passado

::Premiações::
Indicado ao Oscar de Melhor Diretor em Cidade de Deus.

Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Diretor em O Jardineiro Fiel.

Indicado ao BAFTA de Melhor Filme Britânico em O Jardineiro Fiel.
Indicado ao BAFTA de Melhor Diretor em O Jardineiro Fiel.
Indicado ao BAFTA de Melhor Filme Estrangeiro em Cidade de Deus.

Indicado à Palma de Ouro no Festival de Cannes em Ensaio Sobre a Cegueira.







Informções Ténicas

Título no Brasil:O desprezo

Título Original:Le Mérpris

Pais de Origem:França/Itália

Gênero:Drama
Classificação Etária:16 anos

Tempo de Duração:103 minutos

Ano de Lançamento:1963
Diretor:Jean-Luc Godard

O filme "O Desprezo" do diretor Jean-Luc Godar nos conta a história de um casal aparentemente unidos,Paul e Camille e da crise conjugal que sofrem ao decorrer do filme.Paul é um roteirista que para garantir o conforto da esposa,aceita dar uma nova versã a adaptação da obra grega "A Odisséia" que Fritz está rodando em Roma,sob a direção de Prokosch.
Paul é apaixonado por sua esposa Camille,mas tudo começa a mudar na vida do casal quando Paul arde de ciúmes quando vê sua mulhar aceitando uma carona de Prokosch.Duarante a gravação de uma cena doméstica,Camille fala do seu desprezo pelo marido.O rompimento acontece em Capri onde são realizadas as externas do filme.Camille então vai embora com Prokosch e os dois morrem em um acidente de carro.
Podemos dizer que o filme O desprezo faz um mix entre a vida de um típica casal:um homem dissimulado,fingindo que se importa e uma mulher intensa e voraz, a cumplicidade e o desejo que não existe mais.
"O Desprezo",faz uma crítica ao cimenas Holywoodiano e Godar está mais uma vez próximo da filosofia do existencialismo,através da sua multiplicidade de referências.







Capas do Filme




Trailler do Filme:

video

sábado, 20 de março de 2010

AVATAR- Filme de Bilhões de dólares


"AVATAR" é um filme de ficção Científica, escrito e dirigido por James Cameron, estrelando Sam Worthington, Zoë Saldaña, Michelle Rodriguez, Sigourney Weaver e Stephen Lang. O Filme foi produzido por Lights Entertainment e distribuído pela 20th Century Fox.
O filme cocentra-se num conflito épico em Pandora,uma das Luas de Polífemo. Um dos três Gigantes gasosos fictícios orbitndo Apha Centauri.Em Pandora, os colonizadores humanos e os nativos humanóides, os Na'vi, entram em guerra pelos recursos do planeta e a continuação da existência da espécie nativa.
O Título do filme refere-se aos corpos humano-na'vo geneticamente modificados e remotamente controlados usados pelos personagens humanos do filme para interagir com os nativos.
Particularmente, considero o filme o Top da obra-prima, em toda a sua extenção.Desde os enquadramentos dos planos de imagens à interpretação fantástica dos atores envolvidos na trama, sem falar na inovação da teconologia 3d que deu ao filme sensações extraordinárias.
Todo esse aparato é bem típico do James Cameron. Não é a toa que o filme já faturou mais de um bilhão de dólares. Depois desse faturamento, James Cameron confirmaou que seria lançado uma sequencia do filme, e, possivelmente um terceiro, seguindo a linha deALien o oitavopassageiro.

terça-feira, 16 de março de 2010

A Cor Púrpura - Steven Spielberg

A Cor Púrpura
Titulo original: (The Color Purple)
Lançamento: 1985 (EUA)
Direção: Steven Spielberg
Atores: Danny Glover, Whoopi Goldberg, Margaret Avery, Oprah Winfrey, Willard E. Pugh
Duração: 156 min.
Gênero: Drama

Recomenda-se um lenço mesmo para aqueles que já assistiram se acaso um dia forem assistirem novamente. Apesar do objetivo em si não ser fazer você chorar, mas refletir sobre questões que servem para serem refletidas nos dias de hoje é simplesmente brilhante esse filme, uma adaptação da linguagem verbal para o audiovisual sem perder a riqueza da obra escrita. Apesar de não ter lido o livro “A cor Púrpura” de Alice Waker, acredito que Spielberg teve a maestria de saber adaptar tanta riqueza que se tem no livro.
O filme retrata nos anos de 1909 na Georgia USA, em uma pequena cidade onde vivia duas irmãs negras sendo elas Celie (Whoopi Goldberg) e Nettie (Akosua Busia) elas moravam com seu pai, que molestava Celie que teve dois filhos, e por aí vai...

Steven Spielberg consegue contar em detalhes mostrando em cenas signos o que virá em sequência a cada cena ou capítulo, além de ter uma trilha que está em quase 90% do filme, quase que o filme se torna um musical, pois em uma parte do filme onde Celie lendo as cartas de sua irmã, nessa fase Celie ia lendo e diante a situação, Spielberg o melhor com a ajuda do produtor musical Quince Jones, cria um paralelo musical entre a áfrica e a America de dois povos distintos, acabando criando uma característica semelhante a tribos africanas aos trabalhadores negros que trabalhavam naquela época.

A Cor Púrpura é um filme de extrema sensibilidade e sinceridade, não é a toa que recomendei a cima um bom lenço, acho que é um filme que deveria se passar nos dias de hoje, pois por as vezes, chocante! Impressiona a maneira com que nos envolvemos nesta bonita história de amor, afeto, carinho e compaixão. Pessoas fazendo coisas por outras, sem querer receber algo em troca, apenas a felicidade. Um filme pra ser visto por qualquer geração.

Principais prêmios e indicações

Oscar 1986 (EUA)

* Recebeu onze indicações nas categorias de melhor filme, melhor atriz (Whoopi Goldberg), melhor atriz coadjuvante (Oprah Winfrey e Margaret Avery), melhor direção de arte, melhor fotografia, melhor figurino, melhor maquiagem, melhor trilha sonora, melhor canção original (Miss Celie's Blues) e melhor roteiro adaptado, mas não levou nenhum prêmio.

Globo de Ouro 1986 (EUA)

* Venceu na categoria de melhor atriz - drama (Whoopi Goldberg).
* Indicado em outras quatro categorias: melhor filme - drama, melhor diretor, melhor atriz coadjuvante (Oprah Winfrey) e melhor trilha sonora.

BAFTA 1987 (Reino Unido)

* Recebeu uma indicação na categoria de melhor roteiro adaptado.

Filmreel-icon.svg A Wikipédia possui o portal:
Portal Cinema

Academia Japonesa de Cinema 1987 (Japão)

* Indicado na categoria de melhor filme estrangeiro.

Writers Guild of America 1986 (EUA)

* Indicado na categoria de melhor roteiro adaptado.

National Board of Review 1985 (EUA)

* Venceu na categoria de melhor filme em língua inglesa e melhor atriz (Whoopi Goldberg).

[editar] Curiosidades

* Foi a estréia de Oprah Winfrey no cinema.
* A cantora Tina Turner chegou a ser convidada para interpretar a personagem Shug Avery, mas recusou o papel.
* Foi o primeiro filme de Steven Spielberg que não contou com a trilha sonora de John Williams.

Alejandro Amenabar - Filme - Os outros


O filme se passa dentro de um casarão onde Nicole kidman, interpreta uma mãe que protege seus filhos da luz do dia, onde toda casa era fechada por cortinas e suas portas trancadas. No começo do filme ela é recebida por tres empregados para ajudar na casa e a cuidar de seus filhos. Ao passar do filme, sua filha descobre que fantasmas e logo sua mãe os vê e se apavora com tantos acontecimentos estranhos. Todo o filme ela tenta descobri o que assusta aquela casa, ate descobrir que seus empregados não eram vivos. Ao correr dos mortos ela se depara junto aos seus filhos uma reunião de espiritismo onde ¨Os outros¨ eram na verdade os vivos, e os mortos seria ela e seus filhos. Na sessão de espiritismo ela vê, que na vida passada ela era doida, teria matado seus filhos e suicidado logo após. Um ótimo filme, que faz com que todos acreditam em um final totalmente diferente, mostrando um grande talento do cinema.

Snatch – Porcos e Diamantes ( Guy Ritchie)



Ficha Técnica:

Diretor: Guy Ritchie

Roteiro: Guy Ritchie

Produção: Matthew Vaughn

Música: John Murphy

Direção de Fotografia: Tim Maurice-Jones

Desenho de Produção: Hugo Luczyc-Wyhowski

Direção de Arte: Julie Phelpott

Figurino: Verity Hawkes

Edição: Jon Harris

Gênero: Policial, Comédia

Duração: 103minutos

Ano de Lançamento (Reino Unido - Austrália – Estados Unidos: 2000

Estúdio: Columbia Pictures Corporation / SKA Films

Distribuição: Columbia TriStar Films / Sony Pictures Entertainment / Screen Gems Inc.

Elenco:

Benicio del Toro (Franky Quatro-Dedos)

Dennis Farina (Avi)

Vinnie Jones ("Bullet Tooth" Tony)

Brad Pitt (Mickey O'Neil)

Rede Serbedzija (Boris)

Alan Ford (Coco de Tijolo)

Mike Reid (Doug)

Lennie James (Sol)

Ewen Bremner (Mullet)

Jason Flemyng (Darren)

Stephen Graham (Tommy)

Jason Statham (Turco)

Ade (Tyrone)

Sinopse:

Frankie Quatro-Dedos (Benicio Del Toro) é um ladrão de diamantes que também faz o trabalho de intermediário de peças roubadas. De passagem por Londres, ele precisa chegar até Nova York para vender alguns diamantes de seu chefe, Avi (Dennis Farina). Porém, a tentação é mais forte e ele acaba dando uma pausa em sua viagem para apostar em uma luta ilegal de boxe. Enquanto isso, dois promotores de lutas chamados Turco (Jason Statham) e Tommy (Stephen Graham) se unem a um fazendeiro local, Coco de Tijolo (Alan Ford), na tentativa de convencer Mickey O'Neil (Brad Pitt), um pugilista cigano, a participar de uma luta sem luvas, onde vale tudo. O'Neil inicialmente não aceita a proposta, mas termina concordando em participar de uma luta da dupla. Já Avi, impaciente com a demora de Frankie Quatro-Dedos, contrata "Bullet Tooth" Tony (Vinnie Jones) para encontrá-lo e trazer consigo os diamantes.

Análise:

Snatch é um filme inteligente, rápido, e apesar de violento possui passagens engraçadas. Como o personagem do cachorro que comia tudo e acabou se envolvendo na trama ingerindo a peça principal o Diamante. O desenrolar do longa-metragem é interessante, pois apesar da quantidade de informação este não se torna confuso. Aguçando nossa curiosidade e prendendo a atenção até o final do filme.

Este filme mostra o estilo de Guy Ritchie com uma leitura bem moderna e inovadora, não consigo achar nenhum diretor que tenha o estilo parecido de Guy Ritchie.

Trailer do filme Snatch

http://www.youtube.com/watch?v=ZOocUDuffdI



segunda-feira, 15 de março de 2010

Lua de Cristal - Tizuka Yamazaki


Diretora: Tizuka Yamasaki
Roteiro: Carlos Alberto Diniz, Yoya Wursch & Luís Carlos Góes
Baseado na história de Patrícia Travassos

Produção: Diler Trindade
Música: Ary Sperling
Fotografia: Edgar Moura
Direção de arte: Tizuka Yamasaki
Edição: Ana Diniz e Marco Antônio Cury
Gênero: Ação / Aventura / Drama / Infantil
Estúdio: Diler Trindade Dreamvision / Xuxa Produções / Ponto Filmes / Art Films
Distribuidora: Art Films / Columbia Pictures do Brasil

Lançamento: 1990 (Brasil)
Atores: Xuxa , Júlia Lemmertz , Duda Little , Sérgio Mallandro , Marilu Bueno
Duração: 90 min


Sinopse:

Maria da Graça (Xuxa Meneghel) chega à cidade grande para morar com sua tia Zuleika (Marilu Bueno) e seus primos Mauricinho (Avelar Love) e Cidinha (Júlia Lemmertz). O trio vive atormentando sua vida, fazendo-a trabalhar incansavelmente na casa em que moram. Em meio aos problemas que têm em casa Maria da Graça conhece Duda, sua vizinha, e Bob (Sérgio Mallandro), um jovem desajeitado, que se tornam seus amigos. Bob consegue um emprego para Maria da Graça, que pode então realizar seu grande sonho: ter aulas de canto.


Elenco:
* Xuxa (Maria da Graça)
* Júlia Lemmertz (Cidinha)
* Duda Little (Maria Eduarda)
* Sérgio Mallandro (Bob)
* Marilu Bueno (Zuleika)
* Avelar Love (Mauricinho)
* Rubens Correia
* Leina Krespi
* Cláudio Mamberti
* Thelma Reston
* Letícia Spiller
* Alcione Araújo
* Juliana Baroni
* Selvagem Big Abreu
* Claudio Heinrich
* Robson Barros
* Alexandre Raconhi
* Tatiana Maranhão
* Egon Júnior
* Bianca Rinaldi
* [Cátia Paganote]
* Roberta Cipriani
* Priscilla Couto Miranda
* Anna Paula Martins de Almeida
* Marcelo Faustini

Curiosidades


- Este foi o 1º de 4 filmes em que a diretora Tizuka Yamasaki e a apresentadora Xuxa trabalharam juntos. Os demais foram Xuxa Requebra (1999), Popstar (2000) e Xuxa em O Mistério de Feiurinha (2009).

Gênero aventura e comédia dramática. Foi o filme de maior bilheteria da década de 90 no Brasil: cinco milhões de espectadores, tornando-se a sétima maior bilheteria do país á época.

Lua de Cristal teve o maior número de espectadores no primeiro fim de semana de estreia, 320.000.

A música tema do filme, "Lua de Cristal" gravada por Xuxa, e produzida por Michel Sullivan & Paulo Massadas alcançou o 1º lugar na parada oficial do Brasil, se tornando a 7ª música de Xuxa a atingir esta posição, assim, entrando para o disco Xuxa 5 que vendeu 1.600.000 milhões de cópias


Erros

1. No começo do filme Xuxa está do lado da mãe na tomada de frente quando um caminhão passa levantando bastante poeira, depois do corte na tomada de cima, o caminhão e a poeira desaparecem.Erros do FalhaNossa
2. Observe ainda nesta cena que a casa do lado direito da rua desaparece entra as tomadas.Erros do FalhaNossa
3. Se observarmos com mais atenção vamos perceber que ou a estrada é outra, ou eles filmaram em outro lugar da estrada as duas tomadas.Erros do FalhaNossa
4. Quando Maria da Graça pequena vai cantar no colégio, ela fica nervosa e sai correndo. Quando ela aparece correndo no corredor podemos ver na tomada de trás as pernas de duas mulheres, mas na tomada de frente elas ainda não chegaram nesta posição.Erros do FalhaNossa
5. No começo do filme nós vemos Bob com sua moto carregando Pizza no meio da rua, em um certo momento as embalagens voam, em seguida elas aparecem na mão dele.Erros do FalhaNossa
6. As embalagens da mão dele voam como se estivessem vazias, mas depois podemos comprovar que existia pizza dentro delas. Então elas não poderiam ter voado daquela forma.Erros do FalhaNossa
7. Na hora em que Maria da Graça tenta matar a barata já na casa da sua tia, podemos perceber que quem ri é Xuxa, e não Maria da Graça. Ela realmente se assustou com a barata.Erros do FalhaNossa
8. Na hora em que Maria da Graça esbarra em Bob, eles trocam os tênis, ficando com um azul e m bege, porém quando ela vai na escola fazer a inscrição, ela está com os dois pés azuis. Se ela tinha outro par de tênis, então porque não usou antes, em vez de ficar andando com os pés trocados pela cidade.Erros do FalhaNossa
9. No dia da aula, o professor coloca todos em posição e começa a falar "sifuchiba". Ele aponta a varinha para Maria da Graça, depois para a menina ao seu lado, mas depois do corte ele já aparece do outro lado da sala sem ter dado nenhum passo.Erros do FalhaNossa
10. Quando Maria da Graça imita Bob, ela começa a espirrar o ketchup nele, ela aperta quatro ou cinco vezes, mas nas ultimas vezes em vez de ketchup, o que sai é mostarda, de cor amarelada.Erros do FalhaNossa
11. ABSURDO: Quando Bob segue Maria que foi raptada pelo seu primo, ele encontra as flores no chão e deita sua moto para o seu lado direito, depois do corte a moto está deitada para o lado esquerdo.Erros do FalhaNossa
12. ABSURDO: Quando Bob desce do cavalo e dá o soco no rosto do primo de Maria, ele acerta a bochecha esquerda fazendo o rapaz cuspir sangue do lado direito da boca. Depois que ele cai no chão, o sangue aparece escorrendo do outro lado, do lado esquerdo.Erros do FalhaNossa
13. Maria está se afogando e Bob mergulha para salvá-la. Ele nada pelo menos uns dez metros, mas quando ele a pega no colo e sai da água, ele está apenas há uns 3 metros da areia. Erros do Falh


Análise\Comentários:


- Diálogo simples, pouco emocionante, mas de fácil entendimento.
- Piadas simples, mas muito bem trabalhadas.
- Referências
Patrícia Travassos:

Branca de Neve
A Gata Borralheira

Super Homem
- Humor bem trabalhado.

- Atuação razoável do elenco.


Making off Parte 1


http://www.youtube.com/watch?v=0zEWImPjZ5A


Making of Parte 2


http://www.youtube.com/watch?v=0zEWImPjZ5A